21 de outubro de 2011

A dor de te ver partir



Enquanto estamos parados muitas coisas acontecem no mundo
E você não vê em meus olhos aquilo que busco neste lugar sombrio
Somos tolos, somos insanos, somos vivos e amamos
E ao meu redor tudo parece tão normal, enquanto dentro do meu peito explode a angustia de te ver partir.
Momentos me vêm à memória, o seu sorriso pintado no céu
Seu olhar encontrando o meu e na pele a ardência do seu toque
E eu olho em volta, o que eu encontro é o nada
Este é o meu destino,
Manter-me sozinha, eternamente esperando seus passos ressoarem a sua volta
Mas no quarto há o silêncio, na sala já não há mais fotos
Tudo está vazio, tudo está vazio...
E eu busco incansavelmente os seus braços
e nada encontro...
Mundo tenebroso é este em que me encontro sem o teu amor,
Num abismo sinto-me despencar
E não encontro suas mãos para me puxarem de volta ao que é real
Sem tua presença, nada pode ser real
Sem teu amor é melhor mergulhar em um mundo de ilusões
Onde você sempre voltará aos meus braços
E nunca rejeitará meus beijos
Que só a você pertencem
Você está impregnado em mim, em meu sangue, em minha mente
Você tem o pior e o melhor de mim
Por favor, devolva-me o meu eu que está em você
Meu mundo, meu sorriso, meu abraço, minha saudade, minha calma...


Nenhum comentário:

Leia também

Related Posts with Thumbnails