22 de abril de 2011

Ao meu pequeno anjo, por Ábia Costa

Para Diel Nascimento, com todo meu amor




Durma meu pequeno anjo
Durma e mergulhe em seu mundo irreal
Onde sempre serás amado
Onde tudo lhe ocorrerá bem
Meu pequeno anjo
Como é difícil caminhar
Como é difícil viver
Será por isto que encontras descanso em teu sono?
Este sono insano que lhe invade
Este sono que ameniza sua dor
A dor da existência infecunda que tanto lhe machuca
Durma meu pequeno anjo
Enquanto dormes há algo que quero fazer
Quero te amar intensamente
Quero-te como meu
O universo é tão mínimo
Perto da grandeza de seu coração
E o sofrimento que lhe inunda
Não terá vida dentro do teu ser
Porque estarás a dormir
Neste sono profundo
Que alimenta seu imerso mundo
E lhe faz descansar
Apenas durma meu pequeno anjo

Um comentário:

Diel Nascimento disse...

nossaa!! Ábia, as vezes me pergunto se mereço tamanho carinho de sua parte, se mereço uma homenagem tão grandiosa quanto esta, ja falei em outras oportunidades que vc me deixa sem palavras, sinto-me orgulhoso de ter teu carinho e saiba que o meu carinho por vc é enorme e minha admiração pela pessoa que és e pelo talento que tens é imenso...obrigado por existir Ábia ♥ adoro-te por demais ♥

Leia também

Related Posts with Thumbnails