18 de dezembro de 2009

Volta (Manuel Bandeira)

Enfim te vejo. Enfim no teu
Repousa o meu olhar cansado.

Quando o turvou e escureceu
O pranto amargo que correu
Sem apagar teu vulto amado!

Porém já tudo se perdeu
No olvido imenso do passado:
Pois que és feliz, feliz sou eu.
Enfim te vejo!

Embora morra encontentado,
Bendigo o amor que Deus me deu.
Bendigo-o como um dom sagrado.
Como o só bem que há confortado
Um coração que a dor venceu!
Enfim te vejo!





Foto: Pôr-do-sol,visto da Estação das Docas em Belém do Pará,foto tirada por mim (Ábia Costa)

Um comentário:

Dri disse...

Ai, que lindo! Eu ainda não consegui, mas um dia conseguirei tirar uma foto assim! rs.

Adriana Leal.

Leia também

Related Posts with Thumbnails